Espaço Cidade Arquitectos

2012 - Concurso Público Internacional para o Aeroporto Regional da Ilha do Corvo

A concepção do Aeroporto Regional da Ilha do Corvo, resulta de um concurso de ideias lançado pela SATA, pretende responder a um programa base definido para as necessidades de um novo terminal de passageiros e do edificio de socorro e combate a incêndios. O novo terminal pretende integar uma capacidade operacional que resulta da utilização de aeronaves Bombardier Q200. O esquema de concepção formal assenta em 3 áreas principais: o átrio central, a zona de embarque e desembarque, e a área de carga / armazem de placa. A forte condicionante económica, aliada á pré-existência de um edificio a manter resulta na separação dos dois edificios. O edificio do terminal de passageiros tem um desenvolvimento curvo, de acordo com a área disponibilizada, e desenvolve-se numa volumetria desigual, no sentido de permitir a visibilidade da torre control já existente e a manter no local.
A proposta encontra-se em análise, e prevê-se o desenvolvimento do projecto em 2013.

2012 - Concurso Público Internacional para Requalificação de Biblioteca e Galeria de Arte em Hastings - Nova Zelandia

A atractividade da imagem da frente de cidade de hastings gallery e library, é atribuída á necessidade de criar um elemento que sintetize o conceito da ideia, a Forma orgânica que transmita um movimento de envolvimento urbano. O centro cívico desenha-se como um recipiente colectivo envolto numa malha estrutural escultórica a partir do qual se desenvolve um novo espaço público, quer para o seu interior quer para o seu exterior e em relação directa com a restante malha urbana que o envolve. Recupera a imagem de conjunto, através de uma nova “Pele”, que o veste com o prepósito de criar um novo tipo de envolvimento urbano com capacidade de atrair e gerar actividades públicas.


2011 - Concurso Público de Ideias para Centro de Artes de Águeda

A diferenciação volumétrica e formal, pretende de acordo com o programa diferenciar as valências principais do projecto, que são as salas de exposição, Auditório e espaços de acesso generalista. Esta abordagem resulta na articulação de dois volumes, um que assume a verticalidade e o outro sobre uma forma horizontal, e que na sua intersecção interna cria uma praça interior de acolhimento, que agrega várias funções lúdicas. A cobertura do edificio, pertende constituir um espaço percorrido, proporcionando a continuidade do espaço público e oferecendo diferentes panorâmicas do conjunto. O desafio de produzir diferentes plataformas, pretendeu de uma forma coesa, fomentar diversidade espacial na singularidade da proposta.


2012 © Espaço Cidade | Brand & Advise | Webdados